Posts Tagged ‘pavement’

Silver Jews – The Arizona Record (EP)

17/12/2009


The Arizona Record [1993] <- Download

O Silver Jews já apareceu aqui com seus três primeiros álbuns: Starlite Walker, The Natural Bridge e American Water – postados logo após o anúncio do fim da banda. The Arizona Record (Drag City, 1993) foi o EP que antecedeu estes clássicos, mas suas nove faixas remetem mais às demos do Pavement do que à discografia do Jews. A gravação é tão precária que até parece um ensaio capturado por uma secretária eletrônica. Stephen Malkmus (creditado no encarte como Hazel Figurine) e David Berman nunca soaram tão harmonicamente caóticos, alternado vocais esganiçados e riffs desconexos para criar algumas das melhores músicas de suas vidas. Bob Nastanovich faz suas batidas primárias de sempre, consciente de que seu papel é deixar os outros dois se entenderem.

Secret Knowledge Of The Backroads[
I Love The RightsThe War In Apartment 1812

O Silver Jews já apareceu aqui com seus três primeiros álbuns: Starlite Walker, The Natural Bridge e American Water – postados logo após o anunciou do fim da banda. The Arizona Records (Drag City, 1993) foi o EP que antecedeu estes clássicos, mas suas músicas remetem mais às demos do Pavement do que à discografia do Jews. A gravação é tão precária que até parece um ensaio capturado por uma secretária eletrônica. Stephen Malkmus (creditado no encarte como Hazel Figurine) e David Berman nunca soaram tão harmonicamente caóticos, alternado vocais esganiçados e riffs desconexos para criar algumas das melhores músicas de suas vidas. Bob Nastanovich faz suas batidas primárias, consciente de que seu papel é deixar os outros dois se entenderem.

Silkworm – Firewater

13/10/2009

download
Firewater [1996] <- Download

O Silkworm surgiu na pequena Missoula, no estado americano de Montana, em 1987. Antes de se mudar para Seattle nas primeiras semanas da década seguinte, a banda lançou alguns EPs, influenciada pelo Mission of Burma e pelo pós-punk inglês. Em meio ao furacão grunge, as raízes fincadas nos anos 80 os deixaram um pouco antiquados para o rock alternativo da época — o que não impediu que lançassem dois discos pela Matador e fossem produzidos por Steve Albini. E, como o mundo dá voltas cada vez mais rápido, a sonoridade oitentista permitiu que o grupo tirasse proveito dos anos 00’s, antes de declarar seu fim em 2005. Após o término, foi organizado um tributo ao Silkworm, intitulado An Idiot To Not Appreciate Your Time.

Firewater, de 96, marca a estréia na Matador. A abertura Nerves é densa e melódica, mostrando logo de cara que a sonoridade truncada e estridente de bandas como Gang of Four já não era a única referência. Apesar da estética 80’s ainda predominar, quase comprometendo o disco, ela é compensada por sempre bem-vindos flertes com os anos 90, como acontece em Quicksand, com guitarras soltas e vocais que remetem ao Pavement. Vale mencionar que, em 2001, três integrantes do Silkworm se juntaram a Stephen Malkmus para formar o Crust Brothers. Qualquer dia falo mais sobre esta outra banda.

QuicksandNerves

Spiral Stairs – The Real Feel

08/10/2009

download
The Real Feel [2009] <- Download

Após dois discos solo sob o nome de Preston School of Industry, Scott Kannberg voltou a assinar como Spiral Stairs — o mesmo pseudônimo usado para creditá-lo nos encartes do Pavement. Talvez seja uma tentativa de pegar carona no retorno da banda, já que o ótimo Preston School passou despercebido por muitos fãs em potencial. Previsto para 20 de outubro, The Real Feel será lançado na Inglaterra pela Domino e nos Estados Unidos pela Matador. Além dos amigos que já contribuíam no PSOI, participaram deste álbum integrantes do Posies, e Kevin Drew, do Broken Social Scene. Durante uma desatenta primeira audição, tive a impressão de que Scott conseguiu conciliar a essência alt-country de Moonson com as melodias soltas e as guitarras desconexas de All This Sounds Gas.

Cold Change

Preston School Of Industry – Monsoon

11/03/2009

psoi_monsoon

Monsoon [2004] <- Download

Enquanto a estréia do Preston School Of Industry pode ser encarada como uma coletânea de faixas que Kannberg havia escrito durante vários anos, Monsoon é um disco mais coeso. É mais acústico e descompromissado que o primeiro, e seu flerte com o folk e o country talvez se explique pela proximidade da banda com os integrantes do Wilco. Os dois grupos excursionaram juntos em 2002, e três dos companheiros de estrada colaboraram neste álbum. Scott McCaughey (Minus 5) também participou de Monsoon, na faixa Caught In The Rain, que entrou na trilha do seriado O.C.

O disco começa alto astral com The Furnace Sun, que dá o recado do quanto desencanado está o PSoI. Na seqüência, a rústica Walk Of A Gurl vem com uma gaita que beira o amadorismo. A já citada Caught In The Rain lembra R.E.M e é o hit do álbum. Get Your Crayons Out! tem partes de guitarra de Jeff Tweedy, que, nas palavras de Krannberg, parecem o Velvet Underground em algum bootleg dos primórdios. Her Estuary Twang gruda rápido nos ouvidos, e junto com Line It Up é o momento mais rock de Monsoon. Até hoje não sei qual dos dois discos é o meu favorito, mas acredito que seja melhor começar por este.

Caught In The Rain

Preston School Of Industry – All This Sounds Gas

10/03/2009

psoi

All This Sounds Gas [2001] <- Download

Quando entrou em estúdio, Scott Kannberg cogitava lançar um álbum triplo. Material suficiente ele tinha – demos recém-gravadas e sobras do Pavement totalizavam mais de 30 faixas. Porém, durante as gravações, Scott desencanou de produzir à risca seu All Things Must Past, e lançou um CD convencional com onze faixas.

All This Sound Gas mantém o intimismo da despedida do Pavement, época em que os violões eram constantes e as músicas valorizavam as melodias. As guitarras nem sempre ficam em evidência, mas se destacam pelo espírito subversivo – algo inerente a quem é viciado em The Fall desde os quinze anos. Em Whalebones, que abre o disco, elas aparecem em excesso, inquietas e harmoniosas, numa camada de riffs que dura a música toda. History of the River tem frases tensas e retorcidas, a cara de Mark E. Smith, e, na country A Treasure @ Silver Bank, slides discretos se sobrepõem, enquanto vocais gospel e violões conduzem a canção.

Falling Away, um The Cure tosco e ensolarado, é o hit do álbum, com mais potencial do que qualquer hit de sua ex-banda. Solataire poderia entrar num lançamento do Pavement, assim como The Idea of Fires, que foi composta inicialmente para isto. Mas se você quer ouvir algo que realmente se pareça com Pavement, é mais recomendado escutar Stephen Malkmus.

Falling Away