Posts Tagged ‘merge’

Superchunk – Majesty Shredding

09/09/2010

Majesty Shredding [2010] <- Download

Cumprindo a promessa selada pelo EP Leaves In The Gutter, de 2009 — que rompeu, com um estrondo, o silêncio de quase dez anos —, o novo álbum do Superchunk sai oficialmente pela Merge no dia 14 deste mês (compre aqui). Majesty Shredding, que acaba de vazar, traz as esmagadoras Digging For Something e Crossed Wires, já lançadas em singles recentes, e o grande hit ensolarado Learned to Surf, em versão ligeiramente diferente da que abre Leaves In The Gutter.

Com eventuais e discretas adições de teclados e cordas em meio ao mar de distorção, as demais faixas mantêm o alto nível. Majesty Shredding é um dos melhores lançamentos do Superchunk e de 2010; feito ainda mais incrível quando se dá conta de que este é o nono disco de uma banda que já ultrapassou duas décadas de carreira.

Teenage Fanclub – Shadows

22/05/2010

Shadows [2010] <- Download

O aguardado Shadows, que vazou esta semana, é o décimo álbum de estúdio do Teenage Fanclub. O disco é o segundo da banda pela Merge, e quebra o silêncio de cinco anos desde Man-Made, de 2005.  Previsto para o mês que vem, Shadows traz 12 faixas que, como de praxe, não deixarão nenhum fã decepcionado. Duas décadas após a estréia A Catholic Education, os escoceses continuam exibindo o mesmo senso pop. As incríveis When I Still Have Thee e Sometimes I Don’t Need To Believe traduzem muito bem o tom do disco, e a perfeita Shock And Awe caberia muito bem em Grad Prix ou em Thirteen.

Portastatic – Make It Sound In Tune EP

22/02/2010


Make It Sound In Tune [2009] <- Download

Para promover o livro Our Noise, Mac McCaughan participou de pocket shows em várias livrarias pelos Estados Unidos, onde interpretava músicas do catálogo da Merge. Então surgiu a idéia de lançar mais um álbum de covers em comemoração aos 20 anos do selo, mas, desta vez, todas as faixas seriam tocadas pelo próprio McCaughan, dono da Merge e líder do Portastatic. Como 2009 já estava terminando, só deu para registrar sete faixas, que foram disponibilizadas num EP virtual intitulado Make It Sound In Tune. Aqui você encontra versões para músicas do Magnetic Fields, Lambchop, Matt Suggs, Spent, Destroyer, Renderers e Spoon.

Portastatic - Foam Hands (Destroyer)
Portastatic - The Saturday Option (Lambchop)Portastatic - Where's Your Patience, Dear? (Matt Suggs)

Para promover o livro Our Noise, Mac McCaughan participou de pocket shows em livrarias, onde interpretava músicas do catálogo da Merge. Então surgiu a idéia de lançar mais um álbum de covers em comemoração aos 20 anos do selo, mas desta vez, todas as faixas seriam tocadas pelo próprio McCaughan, dono da Merge e líder do Portastatic. Como 2009 já estava terminando, só deu para registrar sete faixas, que foram disponibilizadas num Ep virtual intitulado Make It Sound In Tune. Aqui você encontra versões para músicas do Magnetic Fields, Lambchop, Matt Suggs, Spent, Destroyer, Renderers e Spoon.

Beatnik Filmstars – In Hospitalable

08/02/2010

In Hospitalable [1997] <- Download

O Beatnik Filmstars surgiu no início dos anos 90, na cidade inglesa de Bristol. Ao longo da década, o grupo lançou uma série de discos e EPs por diversas gravadoras nos dois lados do atlântico, incluindo a Slumberland, a Caroline e a Scratch. In Hospitalable, de 1997, é a estréia dos ingleses na Merge. Embalada pela produção lo-fi, temos uma enxurrada de guitarras sujas e melodias pop, em nada menos que 20 faixas — características que renderam comparações com bandas americanas da época.

De fato, o quarto álbum do Beatnik Filmstars está muito mais próximo do Guided By Voices do que dos sons eletrônicos que dominavam a cena de Bristol então. O que é irônico, visto que Robert Pollard passou toda sua carreira se esforçando para mimetizar o sotaque de seus ídolos da british invasion. A excelente Artist V. Star soa como uma mistura de Motor Away, do GBV, e Heroes, do David Bowie. Músicas como as ácidas Now I’m a Millionaire e Lifestyles Of The Rich And Famous raramente foram compostas por grupos britânicos, enquanto Worng assemelha-se aos clássicos açucarados dos vizinhos do Teenage Fanclub. O Beatnik Filmstars reúne o melhor dos dois mundos.

Beatnik Filmstars - Hep Boys (Into Krautrock)Beatnik Filmstars - WorngBeatnik Filmstars - Everything Is Relative/This A Take

Stroke – Songs For Chris Knox (VA)

13/12/2009

Stroke – Songs For Chris Knox [2009] <- Download CD1, CD2

Em uma manhã de junho, Chris Knox sofreu um grave derrame, aos 57 anos. Foi obrigado a cancelar uma série de shows e se recolher para uma penosa recuperação. Para ajudar financeiramente, organizou-se um tributo à sua extensa obra. Lançado em novembro, Stroke (“derrame”) é um álbum duplo. Perpassa, em 36 faixas, todas as fases da carreira de Knox, incluindo o Tall Dwarfs, o Toy Love, o The Enemy e seu trabalho solo.

As versões ficam a cargo de uma seleção impressionante. Desde colegas da Flying Nun, como os lendários The Chills, The Verlaines, The Bats, David Kilgour (The Clean) e Alec Bathgate (parceiro do Tall Dwarfs, que também criou a capa, com a combinação de cores predileta de Chris), até bons nomes atuais — como Jay Reatard, que abre o disco com Pull Down The Shades, do Toy Love. A influência de Knox é ainda mais escancarada em brilhantes participações de Portastatic, Yo La Tengo, Bill Callahan, Lou Barlow, Lambchop, Will Oldham e Stephin Merrit. E, para completar, ninguém menos que Jeff Mangum dá as caras, apropriando-se da clássica Sign The Dotted Line, do Tall Dwarfs, num dos pontos altos da coletânea.

Temos três canções inéditas de Knox: Knoxed Out, gravada por Hamish Kilgour, do The Clean; Napping In Napland, do The Nothing, banda atual do homenageado; e Sunday Song, amostra do próximo lançamento do Tall Dwarfs — que terá vocais sem letra e continua em produção, apesar de tudo. Stroke – Songs For Chris Knox é um excelente tributo, tanto para fãs convictos quanto para quem deseja conhecer um pouco da obra do fundador do punk na Nova Zelândia. Você pode comprar o disco aqui e aqui. É uma causa nobre, sem dúvida.

Portastatic - Nostalgia's no ExcuseJeff Mangum - Sign The Dotted LineStephin Merritt - Beauty