Posts Tagged ‘matador’

Thinking Fellers Union Local 282 – Mother of All Saints

02/09/2010

Mother of All Saints [1992] <- Download

Mother of All Saints é o quarto álbum do Thinking Fellers Union Local 282, e o segundo da banda pela Matador. Mais robusto que Lovelyville, seu antecessor, e mais esquizofrênico que seu sucessor Strangers From The Universe (já postado no Last Splash), o disco de 1992 é uma vasta coleção de sons estranhos gerados por guitarras elétricas. O quinteto de São Francisco passeia, durante sessenta e oito minutos, por momentos propulsivos quase punk, ecos de shoegaze (ouça Wide Forehead), piadas internas, e densos experimentos concretistas que fazem os feedbacks de um Telescopes soarem acessíveis. Melodias pop pipocam aqui e ali, sempre criativas e surpreendentes, em doses homeopáticas espalhadas pelas 23 faixas. Fundamental.

Silkworm – Firewater

13/10/2009

download
Firewater [1996] <- Download

O Silkworm surgiu na pequena Missoula, no estado americano de Montana, em 1987. Antes de se mudar para Seattle nas primeiras semanas da década seguinte, a banda lançou alguns EPs, influenciada pelo Mission of Burma e pelo pós-punk inglês. Em meio ao furacão grunge, as raízes fincadas nos anos 80 os deixaram um pouco antiquados para o rock alternativo da época — o que não impediu que lançassem dois discos pela Matador e fossem produzidos por Steve Albini. E, como o mundo dá voltas cada vez mais rápido, a sonoridade oitentista permitiu que o grupo tirasse proveito dos anos 00’s, antes de declarar seu fim em 2005. Após o término, foi organizado um tributo ao Silkworm, intitulado An Idiot To Not Appreciate Your Time.

Firewater, de 96, marca a estréia na Matador. A abertura Nerves é densa e melódica, mostrando logo de cara que a sonoridade truncada e estridente de bandas como Gang of Four já não era a única referência. Apesar da estética 80’s ainda predominar, quase comprometendo o disco, ela é compensada por sempre bem-vindos flertes com os anos 90, como acontece em Quicksand, com guitarras soltas e vocais que remetem ao Pavement. Vale mencionar que, em 2001, três integrantes do Silkworm se juntaram a Stephen Malkmus para formar o Crust Brothers. Qualquer dia falo mais sobre esta outra banda.

Quicksand
Nerves

Spiral Stairs – The Real Feel

08/10/2009

download
The Real Feel [2009] <- Download

Após dois discos solo sob o nome de Preston School of Industry, Scott Kannberg voltou a assinar como Spiral Stairs — o mesmo pseudônimo usado para creditá-lo nos encartes do Pavement. Talvez seja uma tentativa de pegar carona no retorno da banda, já que o ótimo Preston School passou despercebido por muitos fãs em potencial. Previsto para 20 de outubro, The Real Feel será lançado na Inglaterra pela Domino e nos Estados Unidos pela Matador. Além dos amigos que já contribuíam no PSOI, participaram deste álbum integrantes do Posies, e Kevin Drew, do Broken Social Scene. Durante uma desatenta primeira audição, tive a impressão de que Scott conseguiu conciliar a essência alt-country de Moonson com as melodias soltas e as guitarras desconexas de All This Sounds Gas.

Cold Change

Thinking Fellers Union Local 282 – Strangers From The Universe

18/09/2009

Download

Strangers From The Universe [1994] <- Download

O Thinking Fellers Union Local 282 foi um dos grupos mais criativos e inclassificáveis dos anos 90. Formado na cidade de São Francisco, estreou em 1988 com Wormed By Leonard, lançado em cassete pela Thward Productions, selo dos próprios integrantes. Um ano depois veio Tangle, ainda pela Thward. O TFUL assinou, então, com a Matador, que lançaria as três obras-primas da banda: Lovelyville (1991), Mother Of All Saints (1992) e Strangers From The Universe (1994). Gravaram mais alguns bons trabalhos por outros selos, até encerrarem indefinidamente as atividades no início desta década.

Strangers From The Universe é repleto de dissonâncias e experimentalismos, que permeiam, com liberdade e fluidez, passagens amparadoramente pop. Seria até aceitável, do ponto de vista da engenhosidade instrumental, enquadrar o Thinking Fellers no rótulo “pós-rock”, não fosse por um pé ainda fincado nas raízes punk — a instrumentação é solta, resvalando na inaptidão. Inúmeras comparações são possíveis: de Calvin Johnson, lembrança inevitável nos vocais graves e clima inocente da convidativa abertura My Pal The Tortoise, à demência do The Fall. Vem à mente também, em diversos momentos, o Pavement no auge de seu sarcasmo e inventividade.

TFUL 282 - My Pal The Tortoise TFUL 282 - February Thinking+Fellers+Union+Local+282+strangerspressphoto

Times New Viking – Born Again Revisited

25/08/2009

born_again_revisited

Born Again Revisited [2009] <- Download

A campanha Fuck Your Blog, aliada à ótima promoção envolvendo a pré-encomenda do novo álbum do Times New Viking, é uma das estratégias de lançamento mais simples e inteligentes que um grupo já desenvolveu desde a popularização da Internet. O TNV sabe que discos vazam. E sabe que blogs como este vão postar, e que as pessoas vão querer ouvir. Eles entendem que isso, voltando aos interesses primários de quem produz arte com sinceridade, é uma coisa boa — a propagação da obra da banda. Nós postamos um trabalho porque acreditamos nele, nos identificamos com ele, e queremos que o máximo de pessoas compartilhe a experiência. A intenção é promover um artista do qual gostamos muito, e não vai ser dizendo “compre esse disco e depois escute, você não vai se arrepender” que isso será possível. Não nos dias de hoje. Ainda bem. Quando se usa o cérebro, tudo fica melhor.

Born Again Revisited é o quarto álbum do Times New Viking, o segundo pela Matador. Segue mantendo o altíssimo nível dos três que o precederam. De acordo com a banda, desta vez a fidelidade sonora está 25% maior do que em Rip It Off, lançado no ano passado. A mudança é perceptível; o resultado é menos áspero aos ouvidos. A master em VHS (sim!) — em substituição ao cassette dos outros álbuns — propicia um som quente,  quase agradável em alguns momentos (pasme). Vinte e cinco por cento menos lo-fi. Continuando nesse ritmo, daqui a uns cinco ou oito discos eles estão tocando no rádio.

Então baixe Born Again Revisited, e depois se faça o favor de clicar no banner abaixo e aproveitar a promoção foda que a Matador está oferecendo para quem fizer a pré-encomenda. (Bom, não custa tentar. O site não diz em lugar nenhum que não estejam rolando encomendas internacionais, mas eu não consegui finalizar a compra. Quem conseguir avisa aí!)

Times New Viking - Born Again Revisited
Times New Viking - Half Day In Hell
Times New Viking - Move To California