Posts Tagged ‘jon spencer blues explosion’

Thee Butchers’ Orchestra – Deluxe 2000

09/04/2009

deluxeDeluxe 2000 [1999] <- Download

Quando postamos a discografia comentada do Thee Buthers’ Orchestra, faltaram dois discos tão indispensáveis quanto os CDs oficiais. Um deles é Deluxe 2000, CD-R lançado em 1999 pela Ordinary Records. Até então, as demos eram praticamente ensaios gravados, por isso Deluxe é um marco na carreira dos açougueiros, o primeiro momento em que usufruíram os recursos de um estúdio.

A empolgação com as possibilidades do estúdio rendeu flertes com a eletrônica. Vale mencionar que Deluxe saiu um ano depois de ACME, quando Jon Spencer usou algumas bases eletrônicas para produzir seu disco mais groove. Esta deve ter sido a inspiração para Caustic Disco e She’s My kind, as faixas mais swingadas dos Butchers. As músicas que mantém a sonoridade clássica do TBO acabaram sendo regravadas nos discos oficiais, então nem vou falar sobre elas.

So Easy 

Condo Fucks – Fuckbook

20/03/2009

condo

Fuckbook [2009] <- Download

Condo Fucks foi o pseudônimo escolhido pelo Yo la Tengo para lançar o disco Fuckbook. O título do álbum é um trocadilho com Fakebook, de 1990, uma espécie de tributo acústico aos ídolos da banda – a maioria deles nomes consagrados dos anos 60. Fuckbook é bem diferente, com guitarras no último volume revisitando grupos que vão de Troggs a Richard Hell. Na carreira do YLT, a única relação que me vem à cabeça é com uns shows super toscos que o trio fez com o Jon Spencer há um tempo atrás. Pois é, Yo La Tengo lançando um disco tosco. Fuckbook é rock de garagem, sujo e urgente. Um improvável encontro entre Sonic Youth e Billy Childish.

What'cha Gonna Do About It? (The Small Faces)

Boss Hog – Drinkin’ Lechin’ & Lyin’

27/02/2009

Boss Hog [1989] Drinkin’ Lechin’ & Lyin’ <- Download

Numa época em que suas crias mais bem sucedidas descambaram para a eletrônica, a volta do Boss Hog é um alívio. Se bem que “alívio” não é um termo adequado quando o assunto é o combo liderado por Jon Spencer e pela deliciosa Cristina Martinez, uma das bandas mais profanas da no wave, e com certeza a mais sexy a pisar no palco do CBGB.

Cristina Martinez e seu marido Jon Spencer se conheceram em 85 durante um show do Jesus and Mary Chain. No ano seguinte, Cristina teve uma breve passagem pelo Pussy Galore, tocando a terceira guitarra, berrando e se apresentando nua nos caóticos shows da banda. Em 89, quando o Pussy Galore estava quase implodindo, Jon Spencer começou a se dedicar a outros dois projetos, o Jon Spencer Blues Explosion e o Boss Hog. Além do casal, completavam o Boss Hog o baterista Charlie Ondras e mais dois guitarristas, o também ex-Pussy Galore Kurt Wolf e Jerry Teel, parceiro de Cristina no Honeymoon Killers. Esta foi a formação do primeiro registro da banda, o EP Drinkin’ Lechin’ & Lyin’, gravado na casa do produtor Steve Albini e lançado em 89 apenas em k7.

Eles lançaram mais 4 discos e sumiram em 2001, quando só restava o casal Spencer da formação original. A banda voltou a se apresentar em dezembro de 2008, para alegria de quem se decepcionou com a sonoridade moldada para as pistas dos últimos lançamentos das crias hypadas YYYs e The Kills.

Sugar Bunny
Trigger, Man

Tiny Masters of Today

23/01/2009

tiny-masters-of-today-bang-bang-boom-cake1

Bang Bang Boom Cake [2007] <- Download

Escrever sobre os Tiny Masters of Today é correr o risco de cair em todos os clichês usados para falar de bandas formadas por pessoas muito jovens. Então vamos pular essa parte, ir direto aos fatos,  e cada um tira suas próprias conclusões:

São os irmãos Ivan, atualmente com 14 anos, e Ada, com 12, do Brooklyn. Russell Simins, baterista do Jon Spencer Blues Explosion,  ofereceu-se para acompanhá-los e ganhou a vaga. Fazem rock de garagem, e tocam como se espera que gente da idade deles toque. Seu único disco até agora tem participação da cantora Kymia Dawson (antes de Juno), Karen O e Nicolas Zinner (Yeah Yeah Yeahs), Gibby Haynes (Butthole Surfers) e Fred Schneider (B52’s), além do já citado Simins.

Bowie os acha geniais. Difícil discordar.

Tiny Masters of Today - Book Song

tiny-masters-of-today