VA – A Tribute To Jandek

by

Naked In The Afternoon [2000] and Down In A Mirror [2005]

Jandek nasceu no distante ano de 1945. Lançados no final dos anos 70, seus primeiros registros anteciparam em uma década a estética lo-fi que marcou o rock alternativo americano. A falta de reconhecimento de sua carreira é explicada pela postura reclusa que o músico tem adotado nos últimos trinta anos. Excêntrico e anti-social, Jandek passou todo este tempo alheio a rótulos e a quase todas as outras coisas do mundo, vendendo discos pelo correio e se recusando a dar entrevistas. Mas se um dia você encontrá-lo, chame-o por “a representative of Corwood Industries”, nunca pelo nome. Corwood Industries é a gravadora de Jandek, criada exclusivamente para lançar seus mais de 50 álbuns.

É tarefa capciosa apontar influências na obra de Sterling Richard Smith – especula-se que este seja seu nome de batismo -, que, ao mesmo tempo, evoca o art rock do Velvet e a despretensão das Shaggs. Minimalistas, suas músicas são erguidas sob riffs atonais,  vocais sombrios e batidas instáveis, permitindo comparações com ícones do rock americano, como Jad Fair e Calvin Johnson, que participou de um documentário sobre Jandek.

No início da década passada, a gravadora americana Summersteps organizou dois tributos ao representante das Indústrias Corwood, em que 42 artistas tentam, sem muito êxito,  lapidar o legado de Jandek. Naked In The Afternoon, de 2000, tem a participação do ex-pavement Gary Young, Bright Eyes, Low, e Pipes You See, Pipes You Don’t. Down In A Mirror, de 2005, traz Jeff Tweedy, Okkervil River, Six Organs Of Admittance, Mountain Goats e Dirty Projectors. Embora tortuosos, estes CDs são a melhor introdução à vasta discografia de Jandek (que pode ser encontrada para download no ótimo exp etc).

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

Uma resposta to “VA – A Tribute To Jandek”

  1. The Mountain Goats – Beautiful Rat Sunset EP « last splash Says:

    […] mentes perturbadas de Daniel Johnston e Jandek – este último já devidamente homenageado num tributo de 2005. Também são notórias semelhanças com os experimentos folk do neozelandês Alastair Galbraith, […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: