Lê Almeida – REVI

by

Download

REVI [2009] <- Download

Da brilhante estréia do Coloração Desbotada até REVI, Lê Almeida percorreu um bom caminho. Entre outros projetos — todos lançados pela Transfusão Noise Records, seu próprio selo, e gravados sempre no Interestellar Lo-Fi, seu quarto —, Lê começou uma carreira solo com seu próprio nome, lançou três EPs inacreditáveis e foi convidado para integrar o cast do selo indie mais tradicional do país. REVI (lê-se heavy) marca o início de uma nova fase. É a maturidade artística batendo à porta, e entrando como mais um dos camaradas, sem desalojar nada do que havia ali. Lê está de bem com seus anseios, temores, dúvidas. “Nunca tive algo mais que duas rodas pra me acompanhar até o centro”, diz em Nunca Nunca, retornando à recorrente imagem da bicicleta. Depois de uma breve lista de desejos reprimidos do passado, conclui: “algo tão bobo assim de se querer que antes era uma vontade agora já não é mais nada, valeu”. Eu sou capaz de discutir até a morte com qualquer ser humano na Terra que duvide da sinceridade do Lê.

Há pouco mais de um ano, Lê ganhou dos integrantes do Fujimo um porta-studio e uma mesinha de som. Grato e disposto a mostrar serviço, começou a produção de seu primeiro trabalho sem o famoso microfone de computador. Paulo Casaes (Fujimo), creditado como co-produtor, tocou sintetizador em duas das oito faixas e cuidou da masterização. Luiz Valente, impressionado com a trilha de sua entrevista, quis lançar Lê Almedia em vinil. REVI saiu pela Vinyl Land no início do semestre, em 7” — primeiro na Inglaterra, depois no Brasil. O compacto tem uma lista diferente de músicas, com a exclusiva Nadar no rio fechando o lado B.

REVI é apenas um CD-R, um vinilzinho ou uma pasta no HD. Dezessete minutos de som. Feito num fundo de quintal na Baixada Fluminense, por um armário de vinte e cinco anos que, surpreendentemente, teve sua vida mudada pelo Guided By Voices alguns anos atrás. Mas se algum outro disco neste final de 2009 conseguir soar mais honesto, verdadeiro e tocante do que este, podem ter certeza, amigos, vocês estarão diante de algo  revolucionário. Não percam o Lê de vista.

Lê Almeida - Nunca Nunca
Lê Almeida - Eu não vou acreditar

Tags: , , , , , , , ,

7 Respostas to “Lê Almeida – REVI”

  1. Alex L.C. Says:

    clap 🙂

  2. Fujimo, A Banda Says:

    REVI no Last Splash…

    Correção: tambem gravei piano, justamente em cima do mencionado segundo verso. Sai no Last Splash resenha do REVI. Pra quem não conhece é um dos poucos blogs de musica brasileiro com texto próprio. Não é apenas um simples recorte e cola dos rele……

  3. tiagofuzz Says:

    genial!

  4. Glaidson Medeiros Says:

    O cara é foda! Já tinha ouvido falar por meio do povo do Tupanzine daqui de Brasília. Depois conheci o som via tributo ao Guided By Voices. E esse vídeo com a entrevista dele é inspirador! Almeida é o cara!

  5. André Says:

    Fala, Glaidson! Legal você ter curtido! Eu recomendo entrar no blog da Transfusão e baixar tudo que tem lá. A discografia do Lê é toda excelente, e tem outras bandas bem legais no selo também!

    Abraço!

    ps.: A faixa 20 do tributo sou eu tocando violão no banheiro🙂

  6. SCREAM & YELL 2.0 » Arnaldo Brandão, Lê Almeida, Lucas Santtana Says:

    […] “Revi”, Lê Almeida (Tranfusão Noise Records / Vinyl land / Midsummer Madness) Lê Almeida é um dos segredos mais bem guardados da Baixada Fluminense. Formado em estética lo-fi e criado sob a cultura faça-você-mesmo, como diz uma de suas apresentações, Lê grava em seu quarto-estúdio canções que podem grudar na pele como a marca do primeiro amor. “Revi” compila os 17 minutos mais lúdicos que você irá ouvir em 2009. São oito músicas – três com menos de 1m03s – que vão devorar o seu coração. Experimente “Canção Pro Beto Guedes”, “Nunca Nunca” ou “Hardcore Experiência” e vicie. Nota: 8 Compacto em vinil: R$ 15 (Vinyl Land) Baixe no blog Last Splash (aqui) […]

  7. De graça: doze discos de 2009 para baixar — Calmantes com Champagne 2.0 Says:

    […] Ps. Eram doze discos, mas o excelente debute da Banda Gentileza, também liberado no site oficial do grupo, merece ser incluso. Então, a lista agora tem treze discos. Mas não para por ai: ainda tem o novo EP do Giancarlo Rufatto (baixe aqui), o EP do Hotel Avenida (baixe aqui), o EP do Lê Almeida (baixe aqui)… […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: